quinta-feira, 7 de maio de 2009

Enchentes no Amazonas deixam 300 mil sem aula

A enchente dos rios no Amazonas causou, além dos prejuízos materiais, a suspensão de aulas nas redes pública e particular de ensino. A estimativa é de que, em pelo menos 43 municípios em situação mais crítica, cerca de 300 mil estudantes tiveram as aulas suspensas, segundo informou o secretário de Educação do Estado, Gedeão Amorim.Os maiores problemas são a dificuldade de transportar os alunos de suas comunidades para as escolas, o que é feito normalmente em barcos alugados pelas prefeituras locais, e a inundação dos prédios. Em municípios como Canutama, no rio Juruá, as duas escolas estaduais foram usadas para abrigar pessoas desalojadas. No município do Careiro da Várzea, a 20 km de Manaus, três das seis escolas situadas na zona rural pararam suas atividades e deixaram cerca de 1,2 mil alunos sem aula, incluindo ensinos médio e fundamental, além da educação de jovens e adultos (EJA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário