domingo, 10 de maio de 2009

Obama faz piada com gripe suína e ganha rivais políticos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sempre arranca algumas risadas em seus bem-humorados discursos em eventos tradicionais da política americana. Na noite deste sábabo, ele não poupou nem sua própria administração ao brincar durante jantar da Associação de Correspondentes da Casa Branca, em Washington. "Eu gostaria de falar sobre os planos da minha administração nos próximos cem dias. Durante o segundo período de cem dias, nós desenharemos, construiremos e abriremos uma biblioteca dedicada aos meus primeiros cem dias", disse Obama, que completou recentemente a marca com alta popularidade. O democrata não poupou também os rivais ao dizer que os republicanos, que vivem fase de grande impopularidade, "não se qualificam para um plano de resgate" e que o conservador comentarista de rádio Rush Limbaugh "não conta como um "papel podre"uma referência ao recente plano bilionário aprovado por seu governo para ajudar os bancos e que tem como foco os ativos problemáticos. Na lista de republicanos, Obama também alfinetou o ex-vice-presidente Dick Cheney, que não poupa críticas públicas ao novo governo. Brincando sobre sua ausência no jantar, o presidente afirmou: "ele está muito ocupado escrevendo suas memórias, intituladas "Como atirar em amigos e interrogar pessoas". Falando da gripe suína, pouco tempo antes dos EUA anunciarem a terceira morte por gripe suína no país, além de 2.254 casos da doença, Obama brincou dizendo que a epidemia fez sua ex-rival democrata Hillary Clinton se aproximar ainda mais dele. "Nós fomos rivais durante a campanha, mas, nestes dias, não poderíamos estar mais próximos. Na verdade, assim que chegou do México, ela me puxou num canto, me abraçou e me deu um grande beijo e me falou para ir lá pessoalmente", disse Obama.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ah o Obama também, vai brincar com coisa séria, Hum mas adorei o post, beijinhos, bom começo de semana.

    ResponderExcluir