sábado, 16 de maio de 2009

Polícia interrompe passeata gay em Moscou

A polícia russa interrompeu uma passeata gay em Moscou neste sábado, marcada para coincidir com a final do festival de música Eurovision Song Contest a ser realizada na cidade.
Dezenas de ativistas haviam se reunido perto de uma universidade desafiando a proibição, e alguns deles foram arrastados pela polícia quando tentaram gritar palavras de ordem. O ativista pelos direitos gays britânico Peter Tatchell estava entre os detidos.
Mais cedo, a polícia permitiu a passagem de uma manifestação contrária, liderada por grupos religiosos e nacionalistas. Os grupos de defesa dos direitos gays estavam levantando bandeiras e cantando palavras de ordem, exigindo direitos iguais e criticando o tratamento dispensado aos homossexuais na Rússia. Ao ser levado pela polícia, o ativista Tatchell gritou: "Isso mostra que as pessoas russas não são livres!".

2 comentários:

  1. • Infelizmente issô aiindâ acontece no Mundô.
    Achô que neen se as pessoâs saberen lidar con as diferenças e as escolhas dos próxiimôs o preconceito e direitos iraõ mudar.
    Parabééns pelo Blogger.
    Se puder visite e comente no meô ;)

    ResponderExcluir
  2. Ai que absurdo! Quando isso vai mudar? qnd a gnt vai ser livre pra seguir nossa própria opção?
    ;O
    pãts, que horror.
    Adorei o layout, amei o cabelo azul da menina alii em cima!

    abraços
    se der dá uma passadinha
    www.rocknaveiaaa.blogspot.com

    ResponderExcluir