quinta-feira, 28 de maio de 2009

Poluição custa 400 milhões aos cofres de São Paulo

Estudo elaborado pelo Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da USP aponta que São Paulo gasta aproximadamente R$ 400 milhões anualmente com internações causadas por problemas de saúde relacionados à poluição. De acordo com o diretor da entidade, Paulo Saldiva, o custo chega a R$ 2,01 bilhões em todo o Brasil. O estudo analisou os gastos do sistema de saúde em seis regiões metropolitanas do país. Segundo Saldiva, a apresentação do custo da poluição aos cofres públicos surte mais efeito junto a população do que o número de pessoas afetadas pelo problema. "Acho que ninguém se impressiona muito com pilhas de corpos", afirmou em entrevista ao Jornal do Terra.Segundo Saldiva, de 19 a 20 pessoas tem a vida encurtada todos os dias por problemas causados pelo nível de poluição em São Paulo. O estudo aponta que a diminuição na expectativa de vida média do paulistano chega a um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário