segunda-feira, 4 de maio de 2009

Protesto contra a marcha da maconha

Ativistas se reuniram na tarde deste domingo (3) no Parque do Ibirapuera, Zona Sul de São Paulo, para protestar contra a proibição da Marcha da Maconha na capital paulista, decretada pela Justiça na quinta-feira (31). Guardas-civis metropolitanos e policiais militares monitoravam os manifestantes. Segundo o cientista social Marco Magri, de 23 anos, um dos organizadores da marcha, a Polícia Militar informou que conteria qualquer manifestação de apologia ao uso da droga. Os organizadores adiaram a Marcha da Maconha em São Paulo para o dia 31 de maio para tentar reverter a decisão judicial que proíbe a manifestação. Neste domingo (3), eles disseram que foram ao Ibirapuera para comunicar a mudança de plano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário