segunda-feira, 29 de junho de 2009

Cristina Kirchner sofre derrota nas eleições

Por Site Terra
A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sofreu uma dura derrota nas eleições de metade de mandato que puseram fim ao controle governista sobre o Congresso e posicionaram opositores como favoritos para ganhar a presidência do país em 2011. O revés mais duro para o peronismo governante ocorreu na província de Buenos Aires, a mais povoada do país, onde o marido e antecessor da mandatária, Néstor Kirchner, perdeu para Francisco De Narváez, um peronista dissidente, segundo mostrou na madrugada de segunda-feira uma avançada e irreversível contagem. O tropeço pode deixar Kirchner, um político que governou a Argentina com um estilo áspero e confrontador entre 2003 e 2007, fora da corrida para as eleições presidenciais de 2011. O ex-mandatário, considerado por muitos quem ostenta o real poder no governo de sua mulher, reconheceu a derrota com um pouco usual tom conciliador e disse que o país tem um novo marco político. Cristina Kirchner deve substituir vários de seus ministros após os resultados das eleições de domingo, disse a jornalistas uma fonte do governo que pediu anonimato. O governo havia apostado todas as suas fichas em uma vitória folgada na principal província argentina. "Queremos nos sentar em uma mesa com ela (Cristina Kirchner) e com seu gabinete para colaborar", disse um eufórico De Narváez, que pediu mudanças no estilo de gestão da presidente, que como seu marido entre 2003 e 2007 confronta abertamente opositores e importantes setores econômicos e sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário