terça-feira, 30 de junho de 2009

Michael Jackson deixa seu pai fora de testamento

Por Jornal do Brasil
Uma reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário financeiro 'The Wall Street Journal' afirma que o pai de Michael Jackson, Joseph, não estaria contemplado no que se acredita ser o mais recente testamento do cantor, escrito em 2002. De acordo com o jornal, o testamento divide os ativos do cantor entre sua mãe, os três filhos e uma ou duas instituições de caridade.
Um ou dois testamentos anteriores surgiram desde a morte de Jackson na quinta-feira passada, de acordo com familiares. Em documento enviado á Justiça, os pais de Jackson, Joseph e Katherine Jackson, disseram acreditar que o cantor morreu sem um testamento válido afirma o jornal. Acredita-se que Joseph Jackson não está incluído no testamento mais recente acrescenta. Em um e-mail citado na reportagem, o advogado dos pais do astro do pop teria dito que nem ele nem seus clientes haviam visto o testamento de 2002. Vamos examinar qualquer testamento quando o tivermos afirmou.

3 comentários:

  1. quanto mais mexe, mais fede...ja ouviu falar!!!
    será q essas pessoas eram/são/serão felizes???

    ResponderExcluir
  2. Mais triste do que a morte tão súbita quanto longamente anunciada é esse pós-morte financeiro. Bem, Michael tinha filhos e por isso a herança não é controversa; controversa é a guarda... Mas esperar que papaizinho fosse lembrado no testa? exigir demais da falta de memória humana...

    ResponderExcluir