terça-feira, 16 de junho de 2009

Mundo caminha como sonâmbulo, em questão aos desastres ambientais

O mundo está caminhando "como sonâmbulo" em direção a desastres naturais evitáveis cujos efeitos poderiam ser significativamente reduzidos com um aumento modesto nos gastos com redução de riscos, disse na terça-feira John Holmes, subsecretário-geral de assuntos humanitários da ONU."As tendências em desastres, especialmente os causados pelas mudanças climáticas, são uma preocupação enorme", afirmou Holmes em entrevista coletiva.Ele falou no início da Plataforma Global para a Redução de Riscos de Desastres, que ao longo de quatro dias reúne mais de 1.800 participantes de 169 governos e cerca de 140 organizações internacionais e não-governamentais.Holmes disse que os esforços de redução de riscos melhoraram desde o tsunami de 2004 no Oceano Índico, que matou 250 mil pessoas, mas que é preciso fazer muito mais.Ele espera que a Plataforma Global concorde em gastar 3 bilhões de dólares por ano com a redução de riscos de desastres. Esse valor representa cerca de 10 por cento dos 8 bilhões de dólares gastos anualmente com ajuda após desastres, mais 1 por cento do orçamento de assistência ao desenvolvimento, de 239 bilhões de dólares.

Um comentário:

  1. Querido amigo avassalador...
    Depois que a California for sugada pelo mar e todas as mansões de malibu arrastadas pelo oceano... outras queimadas pelos incendios florestais... as cidades europeias cercadas por rios forem inundadas.. Veneza afundar de vez... amsterdan roterdhan e outras cidades holandesas foram para o fundo do mar... que as ilhas japonesas virem pedrinhas... Pode ser, que alguem realmente preste atenção... enquanto apenas os pobres e desamparados perderem a vida e o gado magro, vamos continuar sonambulos!

    ResponderExcluir