quinta-feira, 30 de julho de 2009

16 anos sem Isaurinha Garcia

Paulistana do bairro do Brás, nasceu na Rua Alegria. Sobrinha do famoso pintor José Pancetti, sua mãe chamava-se Amélia. Ainda menina, ajudava na loja da família, engarrafando vinho. Foi lá que começou a demonstrar o seu talento musical, pois, enquanto enchia as garrafas, ia cantando. A mãe resolveu então levá-la a um programa de calouros, quando ela tinha 13 anos. Era o programa A Hora da Peneira Rhodine, da Rádio Cultura, onde infelizmente ela foi eliminada. Fez nova tentativa um ano depois, em 1937, na Rádio Record, no programa de Otávio Gabus Mendes, onde interpretou "Camisa Listrada", obtendo o primeiro lugar. Foi uma das maiores cantoras da mpb , com mais de 50 anos de carreira ela foi considerada a Edith Piaf brasileira.Gravou mais de 300 musicas . Foi casada com o organista Walter Wanderley, organista de muito sucesso que renovou a bossa nova com seu talento e ate hoje esta presente em 30 paises .Recebeu de Blota Júnior o slogan: Isaurinha, A Personalíssima, que acabou batizando o seu primeiro LP. Morou por toda a vida na capital paulista, onde faleceu em 30 de julho de 1993.

Nenhum comentário:

Postar um comentário