segunda-feira, 27 de julho de 2009

Filme de Beyoncé estaciona nas locadoras

Por Tom Leão
Misteriosos são os caminhos que levam um filme a ser exibido ou não no Brasil. Há desde o fracasso de bilheteria na matriz (geralmente, os Estados Unidos), o tema inadequado para determinado país (quem determina isso?) ou até mesmo a qualidade ou fama de seu elenco. "Cadillac Records" se encaixa em alguns destes quesitos. Apesar de ter custado barato, cerca de US$ 12 milhões, não conseguiu arrecadar isso nos EUA (mal chegou a 9 milhões de dólares). No entanto, seu elenco tem o premiado com o Oscar Adrien Brody (por "O pianista"), a badalada cantora Beyoncé Knowles, e o tema que aborda até teria certa aceitação nas salas alternativas daqui. Do que se trata? É a história da gravadora Chess Records, de Chicago, que ficou famosa nos anos 50 por ter lançado as carreiras de nomes do rhythm & blues como Etta James, Muddy Waters, Chuck Berry, Willie Dixon e Howlin' Wolf, entre outros, pouco antes de Elvis aparecer e botar a nova música negra no mapa mundi, já com o nome rock'n'roll. O título do filme no original refere-se ao modo como eram premiados os artistas que vendiam bastante discos: Leonard Chess (Brody), amantes dos cadillacs, presenteava seus best-sellers com um carrão destes novinho. Chuck Berry (o rapper Mos Def, perfeito) ganhou o seu assim. Mas havia muito mais por trás. Chess, um judeu, sofreu preconceito duplo por gravar artistas negros e cortou um dobrado até ter lucro. No começo, um de seus maiores colaboradores foi Muddy Waters, (no filme, Jeffrey Wright) de cuja frase de uma de suas músicas, "I wanna rock'n'roll with you" (rock, aí, no sentido de fazer sexo) deu origem ao termo; e também foi por conta dele que uns branquelos ingleses batizaram a sua banda de Rolling Stones (pedra que não rola, não cria limo, outra frase de uma música do "Água Lamacenta"). E os próprios Stones (jovens) aparecem numa cena, indo visitar a gravadora, embora Mick Jagger de fato só apareça numa ponta rápida.

8 comentários:

  1. Tem muito filme bom que vai direto pra locadora. É o medo da repção, ninguém quer prejuízo por isso não se arriscam.







    http://bullshitrock.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ja era de se esperar!
    eu naum assistiria esse filme haha!

    www.videoaulas2009.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Essees filmes são feitos aproveitando os cantores famosos, mas, na maioria das vezes esse esquema comercial não dá certo.

    ResponderExcluir
  5. tem muito filme bom que nem chega a passar nos cinemas.tem filmes que eu nem acho nada na internet em portugues sobre ele ,de tão fraca que foi a bilheteria,mas o filme é otimo.esse talvez seja bom,igual a outro filme que eu assiti da beyonce,que só passou uma vez no sbt

    ResponderExcluir
  6. Ahhh
    neem sabiiiaa dessee fiilme ;x

    beeijos

    ResponderExcluir
  7. Querido amigo avassalador...
    Vou procurar , assistir e depois volto pra contar o que achei do filme. Gosto dos atores... especialmente o narigudo brodi que está virando sexy simbol.

    ResponderExcluir
  8. É assistir e conferir... Depois trocar figurinha!
    Abraço!
    http://zanny10narede.blogspot.com

    ResponderExcluir