sexta-feira, 31 de julho de 2009

Kassab compara a tirada dos fretados com a lei cidade limpa

Por Hermano Freitas
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), comparou a restrição aos ônibus fretados com a Lei Cidade Limpa, dizendo que a nova medida também será aceita. Segundo Kassab, as duas medidas foram "num primeiro momento, muito duras", mas, com o passar do tempo, foram assimiladas e as pessoas "entenderam como corretas". "Estamos vivendo o mesmo processo com avanços e recuos", disse Kassab. O prefeito recebeu na noite desta quinta-feira dois prêmios de design pela implantação da Lei Cidade Limpa, que retirou outdoors de todo o perímetro urbano da capital paulista. Em seu discurso de agradecimento, o prefeito comparou a medida à regulamentação da circulação de caminhões e dos ônibus particulares, concluindo que são restrições de impacto, mas necessárias para melhorar a cidade. Em entrevista ao Terra, Kassab afirmou que a lei pode ter outros ajustes. "Triste do cidadão que achar que qualquer que seja a lei, o decreto ou a medida não tenha que ser constantemente aperfeiçoada". Após o primeiro dia, a prefeitura liberou a circulação de ônibus fretados na avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, com oito paradas para embarque e desembarque. O prefeito ressaltou que houve uma melhora diária no trânsito com a medida, ignorando o período de férias escolares, que contribui para a diminuição no fluxo de veículos. "Tivemos uma melhora dia a dia", disse Kassab.

Nenhum comentário:

Postar um comentário