quinta-feira, 16 de julho de 2009

Tânia Bulhões é investigada pela PF, mais uma empresária de luxo na corda bamba

Por O Globo
Viaturas da Polícia Federal estão em frente à loja da empresária Tânia Bulhões na rua Colômbia, nos Jardins, em São Paulo, suspeita de de um esquema de importações ilegais. A PF está apreendendo documentos e scaneando notas fiscais. Segundo a Receita Federal, Tânia Bulhões teria feito importações ilegais e subfaturadas de Miami, na área de material de decoração e móveis luxuosos. Também estão sendo vistoriado dois escritórios de contabilidade, um depósito em Santo Amaro e duas casas da empresária. Ela já vinha investigando a empresária há um ano.
A operação batizada de Porto Europa foi desencadeada nesta terça-feira pela Receita Federal em conjunto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. O objetivo é apreender provas do esquema fraudulento de importação de artigos de luxo. Segundo a PF, a organização criminosa teria cometido crimes de descaminho (importação de produtos legais sem pagar tributos) e lavagem de dinheiro. Tânia Bulhões é dona de lojas de móveis de luxo e artigos de decoração em São Paulo. Num casarão no bairro nobre dos Jardins funciona a Tânia Bulhões Home, que vende mais de 18 mil artigos de luxo, e é frequentada pela elite paulistana. A empresária atua no ramo de artigos de luxo há vinte anos e entre seus produtos estão pratarias, louças, móveis e objetos de decoração, muitos deles desenhados pela própria Tânia. A empresária é mineira e mudou-se para São Paulo em 1992, onde fundou uma pequena loja com a irmã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário