terça-feira, 25 de agosto de 2009

65% das mulheres têm contato com HPV na primeira relação sexual

Por Folha Online
O HPV papilomavírus humano contamina cerca de 65% das mulheres em todo o mundo logo na primeira relação sexual. A doença é tipicamente feminina mas amplamente disseminada pelos homens. Segundo a ginecologista Elsa Gay, chefe do Setor de Medicina Sexual do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, estudos internacionais mostraram que 73% dos brasileiros estudados apresentaram o DNA do vírus, afirma. Aproximadamente 32% das mulheres e 47% dos homens brasileiros iniciam a vida sexual antes dos 14 anos, diz a médica. A infecção por HPV prevalece nas mulheres abaixo de 25 anos.
A grande maioria das mulheres infectadas (94%) consegue erradicar o vírus em até dois anos. Quando isso não acontece, aumentam os riscos de complicações como o câncer de colo de útero. Tababismo e alimentação ruim podem agravar o quadro. Elsa salienta a importância do papanicolau, segundo a especialista a forma mais confiável de diagnosticar o HPV e outras doenças sexualmente transmissíveis. A médica lembra que a infecção pode apresentar sintomas (como condilomas) ou ser assintomática.

Nenhum comentário:

Postar um comentário