terça-feira, 24 de novembro de 2009

Após passagem pelo Brasil, Mahmoud Ahmadinejad vai para Bolivia

Por Estadão
O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, foi recebido com protestos por um grupo de ativista, mas também recebeu o apoio de pessoas em La Paz, na Bolívia, onde chegou nesta terça-feira, 24, para visitas diplomáticas e reunião com o presidente Evo Morales, conforme informou a agência AFP. Um grupo de feministas se colocou estrategicamente na saída do aeroporto de La Paz com cartazes de protesto pedindo o fim da violência e a igualdade de direitos no Irã. "Não à discriminação das mulheres", "Igualdade de direitos e equidade de gêneros" e "Justiça para Neda", a jovem assassinada durante os protestos pós-eleitorais de junho, foram algumas das frases empunhadas pelos manifestantes. Já na praça Murillo de La Paz, sede dos poderes Executivo e Legislativo, onde Morales se encontra com Ahmadinejad, o presidente iraniano recebeu apoio. O público o saudou com cartazes que continham sua foto e saudações em farsi, idioma falado no Irã. Enquanto se reuniam na casa presidencial, os manifestantes gritavam "Evo e Mahmoud, um só coração" e "Bolívia e Irã unidos!". A Bolívia é a segunda para da de Ahmadinejad em sua viagem pela América do Sul. O líder iraniano já passou pelo Brasil e após as reuniões com Morales, deve se dirigir à Venezuela, onde encontrará Hugo Chávez, um de seus maiores aliados fora dos países árabes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário