quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Palestinos relembram 5 anos da morte de Yasser Arafat

Por Daniela Kresch, de O Estado de S. Paulo
Milhares de palestinos se reuniram nesta quarta-feira, 11, em Ramallah, na Cisjordânia, para celebrar o quinto aniversário da morte do líder histórico Yasser Arafat, enquanto a Autoridade Palestina, presidida por Mahmoud Abbas, sucessor de Arafat. Cinco anos depois de sua misteriosa morte num hospital parisiense, o mitológico líder palestino foi lembrado em manifestações e eventos oficiais nos territórios palestinos. Na Cisjordânia, reduto político de Arafat - fundador do Fatah -, as homenagens serão mais visíveis do que na Faixa de Gaza, controlada há dois anos e meio pelo rival Hamas. O grupo islâmico proibiu manifestações em memória de Arafat. A mais recente, em 2007, acabou com sete mortos. Mas, apesar da proibição, é provável que moradores de Gaza improvisem pequenas passeatas. Em Ramallah, o complexo presidencial palestino, a Muqata, ficou cheio de simpatizantes do pai do nacionalismo palestino, que levaram bandeiras palestinas e do Fatah, movimento fundado por Arafat. A concentração, que começou por volta das 11h locais (6h, no horário de Brasília), se transformou em um pedido em massa para que Abbas reconsidere sua decisão de não candidatar-se às eleições presidenciais que convocou para janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário