sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Puro Esporte: A integridade precede a credibilidade

Por Alisson Matos
Após anos de uma administração no mínimo obscura, o Vasco da Gama parece ter renascido de vez como uma fênix. Eurico Miranda, que foi por um bom tempo o manda chuva da caravela vascaína, é detentor de um histórico invejado por vencedores e corruptos. O ex-presidente vascaíno foi literalmente do céu ao inferno no comando cruz-maltino, o time da colina foi campeão da Libertadores da América, vencedor da Copa João Havelange e campeão Brasileiro, porém foi também sob seu comando que o Vasco enfrentou uma terrível crise financeira, o que resultou no rebaixamento do time para a Série B. O legado deixado pelo ex-dirigente foi um clube endividado, comprometido e com total falta de credibilidade. Estava difícil alguma marca querer aliar sua marca à camisa do time carioca.Simultâneo a queda do “autoritarismo” vascaíno veio à esperança com a oficialização de Roberto Dinamite como o novo presidente do clube em 2008. Naquele não havia muita coisa a ser feita, e o Vasco ganhou como presente de Natal desse ano o descenso à 2ª Divisão do Campeonato Brasileiro. Já ao assumir o maior ídolo da história do clube fez uma limpeza no clube e cercou-se de pessoas da sua confiança. Sob seu comando a equipe carioca já conseguiu o acesso a 1ª Divisão, o principal objetivo do clube em 2009. O time voltou a ter o apoio da torcida e pelo o entusiasmo de torcedores, jogadores, comissão técnica e diretoria, o Vasco virá forte em 2010.Roberto Dinamite tem como maior virtude ter recuperado a credibilidade do Vasco da Gama. E credibilidade só é alcançada com um trabalho feito de forma íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário