segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Pão de Açucar e Casas Bahia fazem fusão e Rio de janeiro vira sede das Olimpíadas de 2016

As redes varejistas Pão de Açúcar e Casas Bahia têm ao menos cem lojas que disputam os mesmos pontos no país. Com a fusão entre os dois, algumas serão integradas, mas outras podem ser fechadas ou transferidas, para evitar a sobreposição. De acordo com o presidente do Conselho de Administração do Pão de Açúcar, Abílio Diniz, existem poucas lojas em que a sobreposição vai de fato atrapalhar. "Os consumidores gostam de ir ao shopping, por exemplo, e pesquisar os preços em diversas lojas", explicou. "Em muitas lojas vizinhas a ideia é unir as duas em uma, ampliando o tamanho e facilitando a oferta maior de produtos aos clientes", disse Michel Klein, que será o presidente do Conselho da nova companhia. Segundo ele, nesses casos, será mantida a marca que mais se destacar em cada região.
Depois de três tentativas fracassadas, o Brasil finalmente ganhou a disputa pela sede dos Jogos Olímpicos. Agora, o governo brasileiro pode se preparar para colocar a mão no bolso. O projeto é estimado em R$ 25,9 bilhões, cifra sem precedentes na história do esporte nacional.O Rio de Janeiro bateu nesta sexta-feira Madri na rodada final da disputa para conquistar o direito de organizar os Jogos de 2016, por 66 votos a 32. Com isso, encerra um sonho que começou em 1992 e que já custou mais de R$ 180 milhões só em candidaturas. Chicago e Tóquio também foram superadas pelos cariocas.O anúncio, feito pelo presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o belga Jacques Rogge, provocou uma reação histérica na delegação brasileira. O presidente Lula foi envolvido por abraços de políticos, atletas e dirigentes esportivos. A maioria deles aos prantos.Com a vitória, o Rio se torna a primeira cidade sul-americana a ser sede de uma Olimpíada. Além disso, faz o Brasil repetir os feitos de México, Alemanha e Estados Unidos, que organizaram, com diferença de dois anos, os Jogos Olímpicos e a Copa do Mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário