quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Djavan completa hoje 61 anos

Djavan Caetano Viana Djavan combina tradicionais ritmos sul-americanos com música popular dos Estados Unidos, Europa e África. Nascido em Macéio, capital de Alagoas, filho de uma mãe afro-brasileira e de um pai neerlando-brasileiro. Sua mãe, lavadeira, entoava canções de Ângela Maria e Nelson Gonçalves. Aprendeu violão sozinho na adolescência. Sempre gostou muito de jogar futebol. Em 1978 sua música "Álibi" é gravada por Maria Bethania, dando nome ao disco de maior sucesso na carreira da cantora. Em 1981 e 1982 ele recebeu o prêmio de melhor compositor da Associação Paulista dos Críticos de Arte. Em 1983 participou do maior hit, "Superfantástico", do grupo infantil de grande sucesso "Turma do Balão Mágico". As músicas de Djavan são conhecidas pelas suas "cores". Djavan retrata muito bem em suas composições a riqueza das cores do dia-a-dia e se utiliza de seus elementos em construções metafóricas que nenhum outro compositor consegue nem mesmo ousar. As músicas de Djavan são amplas, confortáveis chegando ao requinte de um luxo acessível a todos. Até hoje Djavan é conhecido mundialmente pela sua tradição e o ritmo da música cantada. Djavan é pai dos cantores Flávia Virginia e Max Viana (que também é guitarrista e faz parte de sua banda) e do músico João Viana, que além de tocar com Djavan, fez parte das bandas de Cássia Eller e Nando Reis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário