terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Grupo Lance lançará jornal para o público C

Por Marili Ribeiro
O grupo Lance coloca amanhã nas bancas de São Paulo seu novo jornal diário, o Mais, que vai custar R$ 0,50. O preço define o segmento em que o grupo pretende buscar leitores. Apesar da imensa população das classes C e D, São Paulo ainda não tinha um produto nessa faixa de consumo, ao contrário do Rio, onde há títulos do gênero, como o Meia Hora e o Expresso, ou de Minas Gerais, com os jornais Super Notícia e Aqui. Sem revelar quanto o grupo, que é dono do jornal esportivo Lance, gastou na iniciativa, Walter de Mattos Jr., presidente da companhia, conta que há três anos vinha maturando a ideia de lançar um jornal popular em São Paulo. "É o projeto mais arriscado de minha vida, mas, se der certo, será um marco na maneira de fazer jornal nesse segmento", diz. Em formato tabloide, com até 28 páginas e 75 mil exemplares, o Mais chega na quarta-feira para o que o executivo chamou de "soft opening", termo que define nas redes hoteleiras ou casas de espetáculo a fase de testes antes da abertura oficial. Haverá uma semana de ajustes. A circulação efetiva passará a contar somente a partir do dia 27, quarta-feira da próxima semana. "No processo de ajustar o foco, fizemos pesquisas qualitativas em novembro e dezembro apresentando três diferentes edições", diz. "Ajustamos muitas coisas. O público paulista nessa faixa de consumo é mais formal, rejeitou as propostas gráficas mais ousadas e de titulação mais solta, que fizemos baseados em experiências realizadas no Leste Europeu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário