quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Justiça nega pedido de liberdade a Zina

Por G1
A Justiça negou mais uma vez pedido de liberdade provisória para o humorista Marcos da Silva Herédia, o Zina do “Pânico na TV”, da Rede TV!. O comediante foi preso no dia 16 deste mês por porte ilegal de arma após policiais encontrarem em sua casa, no Jardim Panamericano, Zona Norte de São Paulo, um revólver calibre 38 com numeração raspada. No pedido de habeas corpus, a defesa de Zina alega que ele “sofre constrangimento ilegal, uma vez que ele é primário, com bons antecedentes, residência certa e ocupação lícita”. O desembargador Miguel Marques e Silva, porém, negou o pedido. Em sua decisão, ele alega que “as circunstâncias de fato e de direito deduzidas na presente impetração não autorizam a concessão da liminar alvitrada”.Ainda neste mês, o Departamento de Inquéritos Policiais e Polícia Judiciária (Dipo) também negou o pedido de liberdade ao comediante. Sua defesa, então, recorreu, segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo. Procurada, a assessoria de imprensa da Rede TV!, que forneceu os advogados a Zina, limitou-se a dizer que “dá suporte e acompanhamento jurídico” ao acusado.

Um comentário:

  1. Mas o que o Zina tem na cabeça? tá na TV, tá ganhando e fica com porte ilegal de arma [AA]
    ASHUHASUAHSUAHUSHUAHUSAS


    //trechosmeus.blogspot.com

    ResponderExcluir