segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

São Paulo completa hoje 456 anos

Por Luis Renato Cruz
São Paulo não é apenas uma cidade. São Paulo é o fruto de milhares de cidades que derramam sobre o seu chão pessoas e culturas de todas as partes. São Paulo é uma cidade cheia de cidades.Por ser uma cidade de oportunidades, a capital paulista recebeu e recebe a todos, enveredando para uma megalópole com 10.886.518 habitantes, sendo a quarta maior cidade do planeta.Mas a capital paulista é um emaranhado de encantamentos e problemas. Encatamenos: arquitetura, gastronomia, lazer, cultura, eventos, etc. Problemas: enchentes, poluição, trânsito, periferias mal cuidadas, crimes, etc.Mas são estes encantamentos e problemas que fazem com que São Paulo mostre a sua força. Uma crise em São Paulo traz grande prejuízo para o mundo todo que depende de sua produtividade diária. São Paulo tem o maior PIB do Brasil, superando o PIB de muitos países do mundo.Por mais que critiquemos São Paulo, jamais poderemos deixar de pensá-la, de considerá-la. Alguns questionam "que cidade é esta?" e encontram a resposta ao parar no pátio do Colégio Jesuíta e, por alguns momentos, refletir na espiritualidade do tempo que passa devagar, enquanto um avião cruza o céu de Deus sem ser percebido, incoberto pelo barulho do trânsito poluidor da terra.Alguns vão vagar pela Rua 25 de Março e descobrir um mercadão ao ar livre, verdadeiro formigueiro de gente de todas as classes sociais que buscam todos os tipos de artigos e objetos que possuem todas as funções.São Paulo que cada dia está de um jeito, como os seres humanos que circulam por suas vias, na busca pela sobrevivência.Ah São Paulo! Porque não para de gerar manchetes a todo segundo? Viu São Paulo, por favor, não pare de gerar manchetes a todo segundo. Precisamos saber o que se passa com esta cidade de todos e de ninguém. E ao saber sobre São Paulo, conseguimos entender melhor o que somos e o que pretendemos ser enquanto cidadãos.Este artigo é uma homenagem do site VIVAcidade à capital econômica do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário