sábado, 30 de janeiro de 2010

Sistema do Enem estreia com falhas e pode prejudicar vários estudantes

Por Lisandra Paraguassú e Luciana Alvarez
O sistema criado pelo Ministério da Educação na internet para estudantes se candidatarem a uma vaga em universidades federais usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estreou ontem com congestionamentos, dificuldades de acesso e mensagens de erro. Alunos de várias partes do País afirmaram não ter conseguido completar sua inscrição mesmo após mais de 14 horas de tentativa. Por volta das 22h30, havia um comunicado no site informando que o sistema estava em manutenção e voltaria hoje, às 6 horas. A preocupação dos estudantes cresce pelo fato de que o momento da inscrição é um dos critérios de desempate na disputa por vaga. A avaliação do Ministério da Educação é de que os problemas enfrentados pelos candidatos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foram pontuais e não chegaram a travar o site, apesar das dificuldades relatadas. O ministério diz que, por enquanto, não há nenhuma previsão de ampliar a capacidade do sistema, previsto para processar 200 mil acessos de uma vez, ou de prorrogar o prazo de inscrição da primeira etapa, que vai até o dia 3 de fevereiro. Até as 16 horas, o número de estudantes cadastrados havia chegado a 42 mil o Sisu estava processando 7 mil inscrições por hora. Estão em jogo 47,9 mil vagas em 51 universidades federais e institutos de tecnologia. É a primeira experiência do gênero feita no País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário