segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Dunga deixa seleção após a Copa, seja qual for o resultado

Por Thiago Lavinas
Com ou sem o hexacampeonato, Dunga se despede da seleção brasileira após a Copa do Mundo. O treinador garantiu, neste domingo, ao chegar em um dos camarotes da Sapucaí para assistir ao desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, que não permanece no comando da equipe após o Mundial da África do Sul. Acompanhado da esposa Vanda e dos dois filhos, Gabriela e Bruno, Dunga veio ver pela primeira vez o desfile carioca. E garantiu que estabeleceu um prazo para ficar na seleção brasileira ao ser questionado sobre o futuro. O meu plano com a seleção brasileira sempre foi de quatro anos. Com qualquer resultado o meu plano é esse. Não sei o que vou fazer depois da Copa do Mundo, se vou seguir a carreira ou não, mas meu acordo com o presidente (da CBF) foi esse disse o treinador. Dunga voltou a dizer que considera normais as cobranças pela convocação de um ou outro jogador como Ronaldo ou Ronaldinho Gaúcho. Mas mostrou-se firme na decisão de não ceder ao apelo popular. Isso não é algo novo. Pediram o Romário para o Parreira, para o Zagallo e para o Felipão. Isso acontece sempre antes da Copa do Mundo. Torcedor é muito apaixonado pelo seu clube e é natural pedir pelo jogador que atua lá disse Dunga, que não se preocupa com o mau momento de vários jogadores da seleção brasileira no futebol europeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário