domingo, 28 de fevereiro de 2010

Já chega a 35,6 toneladas o volume de peixes mortos retirados da Lagoa

Por G1,Rio
A Comlurb já removeu 35,6 toneladas de peixes mortos da Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, desde as 7h da última sexta-feira (26) até a manhã deste sábado (27). Segundo a empresa, 102 garis atuam no local, 12 deles embarcados em um catamarã e em um barco de alumínio e os demais atuam no entorno. A operação conta ainda com dois caminhões e duas caixas de entulho, além do catamarã da EBX, do empresário Eike Batista. De acordo com o Secretário Municipal de Conservação e Serviços Públicos Carlos Osório, haverá equipes trabalhando na área 24 horas por dia até que o serviço seja concluído. A secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, afirmou na sexta (26) que a causa da mortandade de peixes na Lagoa pode ter sido o aumento de uma espécie de alga existente na água. Segundo ela, a mudança nas condições climáticas favoreceu a proliferação dessas algas, que não foram identificadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário