domingo, 28 de fevereiro de 2010

Queda da vantagem sobre Dilma deve ampliar especulação sobre desistência de Serra

Por Folha Online
Pesquisa Datafolha publicada na edição de domingo da Folha (íntegra para assinantes do UOL e do jornal), mostra que a ministra petista Dilma Rousseff (Casa Civil) cresceu cinco pontos nas pesquisas de intenção de voto de dezembro para janeiro, atingindo 28%. No mesmo período, a taxa de intenção de voto no governador de São Paulo, José Serra (PSDB), recuou de 37% para 32%. Com isso, a diferença entre os dois pré-candidatos recuou de 14 pontos para 4 pontos de dezembro para cá. Esse resultado deve ampliar a especulação sobre a perspectiva de desistência do governador paulista, informa o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete. No entanto, a coluna diz que a porta de saída de Serra "tornou-se minúscula". O "Painel" diz ainda que a pesquisa ampliará a pressão tucana para que o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), aceite ser vice de Serra. De acordo com a coluna, os resultados do Datafolha também tiram fôlego da intenção do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) de disputar a Presidência. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro. Foram ouvidas 2.623 pessoas com maiores de 16 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário