terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Unidos da Tijuca conquista o Estandarte de Ouro de melhor escola

O Globo
A Unidos da Tijuca, que contou seus segredos na Avenida Sapucaí, foi escolhida a melhor escola do Grupo Especial, na manhã desta terça-feira. O carnavalesco Paulo Barros voltou este ano à escola, pela qual fez seu primeiro carnaval no Grupo Especial, em 2004, ano que foi consagrado com o famoso carro do DNA. A escola recebeu ainda o prêmio de comissão de frente.A felicidade é muito grande. Todos da escola estão de parabéns pelo prémio Estandarte de Ouro, um dos mais importantes do mundo do samba. Agradeço em nomes de todos disse, emocionado, o presidente da escola Fernando Horta. A Vila Isabel foi a que mais levou estandartes. Foram quatro: enredo, com "Noel: a presença do poeta da Vila"; ala, a Bloco Faz Vergonha; mestre-sala, Julinho; e porta-bandeira, Ruth: Estou sem palavras. Muito feliz. Depois do nascimento do meu filho, foi a segunda melhor notícia que já recebi na minha vida. Muito obrigado afirmou Ruth ao saber do prêmio. O melhor samba-enredo é o da Imperatriz Leopoldinense: "Brasil de todos os deuses", dos autores Jeferson Lima, Flavinho, Gil Branco, Me Leva e Guga. A melhor bateria foi a da Portela, do mestre Nilo Sérgio. E a melhor ala das baianas foi a do Salgueiro. A personalidade do desfile é a Tia Nadir, da Beija-Flor, de 93 anos, fundadora da escola e a mais antiga baiana da escola. Já o prêmio de revelação foi para Daniel, segundo mestre-sala do Salgueiro. O melhor puxador foi Ito Melodia, da União da Ilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário