segunda-feira, 3 de maio de 2010

Alunos da USP promovem "beijaço" contra texto homofóbico

Por Julianna Granjeia
Um artigo publicado em um blog e divulgado pelo Twitter convida "todas as pessoas livres" para um "beijaço" em protesto ao texto publicado no informativo "O Parasita" atribuído aos alunos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo) em frente ao prédio do curso, no Butantã (zona oeste de SP), no dia 20 de maio. A edição do mês passado do periódico dizia "jogue merda em um viado que você receberá, totalmente grátis, um convite de luxo para a Festa Brega 2010". O artigo "Beijos para despertar a farmácia uspiana" diz que "é intolerável que tal comportamento declaradamente homofóbico e mais ainda -, violento e ameaçador, seja tolerado e encontre eco". Nesta terça-feira, o grupo Prisma do DCE (Diretório Central dos Estudantes) da USP promove um "pré-beijaço" no gramado da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, a partir das 18h. O DCE publicou, em seu site uma moção de repúdio contra as declarações homofóbicas do informativo. Sobre o "pré-beijaço", um outro blog diz que o objetivo da manifestação é "chamar atenção e combater a homofobia que diversos alunos de Farmácia vem sofrendo, tanto nas publicações quanto nas festas". O aluno Augusto Patrini, mestrando em História Social na USP, afirma que ficou surpreso com o caso e, com ajuda de amigos que não são estudantes, está organizando o protesto do dia 20.

Nenhum comentário:

Postar um comentário