terça-feira, 4 de maio de 2010

"A Liga" estreia hoje na Band por Rafinha Bastos

Por Gustavo Villas Boas
Para a proteção, tem sempre uma pessoa de vigília na hora que os outros dormem, já que pode chegar alguém para agredir, ensina um grupo de garotos que mora nas ruas de São Paulo a Rafinha Bastos. O risco impressiona Rafinha, um dos apresentadores de "A Liga", programa jornalístico que estreia hoje. "Se chegasse alguém batendo em todo mundo, eu era todo mundo", conta ele estava caracterizado como sem-teto, "e a filmagem ia continuar", afirma. Ele passou quase dois dias --capturados de longe "sem celular, sem grana, sem nada", entre pessoas que moram nas ruas para "mostrar o que a gente vê todo dia, mas não imagina como é. Uma pessoa te despreza, e, logo depois, passa outro e te oferece ajuda. É alto e baixo toda hora. Isso me marcou". Este relato pessoal é o mote de "A Liga", diz Diego Barredo, diretor no Brasil da Cuatro Cabezas, produtora do programa. A empresa já produz o "CQC" e também vai estrear, nesta quinta, o "Polícia 24h" e, em julho, o talk-show "O Formigueiro", comandado por Marco Luque, todos pela Band.

Nenhum comentário:

Postar um comentário