terça-feira, 11 de maio de 2010

Prefeito lamenta fechamento do Canecão e sugere licitação

Por Henrique Gomes Batista e Isabela Bastos
O prefeito Eduardo Paes lamentou o fechamento do Canecão que ocorreu por derteminação da Justiça em uma ação movida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que se diz detentora do terreno. - Essa é uma casa muito tradicional. A cidade precisa destes equipamentos. Na minha opinião, a UFRJ deveria licitar o Canecão, se fosse o caso, porque ele é viável economicamente - disse Eduardo Paes. O show do compositor e guitarrista George Israel, que estava marcado para esta terça-feira, foi cancelado, segundo informou no ínício da tarde a assessoria de imprensa da casa de shows. O Canecão foi lacrado na noite desta segunda pela Polícia Federal, atendendo a uma ordem judicial da 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro, que executa uma ação de imissão de posse do terreno onde está a casa de espetáculos em favor da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Canecão ainda não divulgou como se dará a devolução do dinheiro pago por ingressos já vendidos e o que deverá acontecer com a grade de apresentações que já estavam agendadas para maio e junho. Segundo o site do Canecão, estavam programados para este mês shows de Edu Lobo, Diogo Nogueira e Sandra de Sá, além da Orquestra Tabajara, Johny Winter e a peça Melhores do Mundo Futebol Clube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário