domingo, 25 de julho de 2010

Consumo de refrigerante diet pode estar ligado a risco de parto prematuro

Por Reuters
Uma nova pesquisa sugere que o hábito beber bebidas adoçadas artificialmente em excesso pode estar ligado a um risco maior de parto prematuro em mulheres grávidas. "Pode ser não opcional para as grávidas o consumo elevado destes tipos de produtos", disse Thorhallur I.Halldorsson do Statens Serum Institut de Copenhagen, um dos pesquisadores do estudo.As bebidas diet são amplamente promovidas como uma alternativa saudável a refrigerantes e sucos com açúcar, mas Halldorsson e seus colegas observam que há pouca pesquisa sobre a segurança do consumo regular de adoçantes artificiais em seres humanos. Refrigerantes -tanto adoçados artificialmente como com açúcar- foram recentemente ligados a pressão arterial elevada, acrescentaram os investigadores, o que aumenta o risco de parto prematuro. Para investigar se poderia haver uma ligação direta, os investigadores avaliaram a dieta de cerca de 60.000 mulheres dinamarquesas, incluindo quantos refrigerantes consumiam a cada dia, em torno da 25ª semana de gravidez. Cerca de 5% das mulheres deram à luz antes da 37ª semana. As mulheres que tiveram pelo menos uma unidade de refrigerante adoçado artificialmente ao dia quando estavam grávidas tinham 38% de chance de ter parto prematuro em relação às mulheres que não beberam refrigerante diet, relataram os investigadores em um jornal americano da nutrição clínica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário