quinta-feira, 8 de julho de 2010

Daslu entra com pedido de recuperação judicial

Por G1
A butique de luxo paulistana Daslu entrou nesta quinta-feira (8) com pedido de recuperação judicial na Vara de Recuperações Judiciais da capital. A recuperação é uma forma de salvar a empresa, que vive uma crise desde 2005. “Trata-se de um processo planejado de reestruturação para equacionar e solucionar os problemas que a Daslu tem enfrentado desde 2005. Isto porque o mecanismo legal permite que a companhia, de uma forma organizada e com o apoio dos credores, possa readequar seus compromissos”, diz a empresa em nota. A recuperação judicial permite que a empresa renegocie, em juízo, as dívidas que possui, sem precisar interromper as atividades. Segundo a Daslu, as lojas continuarão a funcionar normalmente durante o período de recuperação. “Essa solução também permitirá que sejam assegurados os empregos e salários de mais de 500 colaboradores, além de manter a renda de nada menos do que 10 mil famílias envolvidas direta e indiretamente no projeto Daslu”, diz a companhia. Em março de 2009, a dona da Daslu, Eliana Tranchesi, foi presa por crimes como descaminho, quadrilha e falsidade ideológica, como resultado da operação Narciso.

Um comentário:

  1. Por que essa mulher num tomou vergonha na cara! 500 pessoas podiam estar desempregadas por causa dela! 10 Mil familias desetruturadas por que esta dama(pra não dizer outra coisa) queria engordar rápido a conta bancaria!!

    ResponderExcluir