domingo, 29 de agosto de 2010

Cinema: Karatê Kid

Por Gustavo Miller
Dentre as várias refilmagens programadas para 2010, uma dos mais aguardadas é “Karate kid”, que estreiou nesta sexta-feira (27) no Brasil. Nova versão de um dos filmes mais queridos dos anos 1980, ela faz uma releitura atualizada do longa juvenil de superação e pancadaria com Ralph Macchio, Pat Morita e Elisabeth Shue. No remake, o karatê deu lugar ao kung-fu, e essa é a principal diferença entre os dois filmes - o que, em tese, não justificaria a escolha pelo nome original. Dessa vez também, em vez de uma mudança de Nova Jersey para a Califórnia, temos um êxodo global: o pequeno Dre (Jaden Smith , ao lado de sua mãe, troca Detroit pela China.No país oriental, ele terá dificuldades de adaptação com a língua (espanta-se ao ver “Bob Esponja” em outro idioma) e com os costumes locais. Apenas se sentirá em casa ao conhecer Meiying (Wenwen Han), musicista que estuda em sua escola.Mas, por se tratar de “Karate kid”, flertar com a mocinha resulta em bullying. Se no original Daniel Larusso se encantava pela líder de torcida Ali (Elisabeth Shue) - o que provocava a ira de seu ex-namorado, o valentão e carateca Johnny -, dessa vez Dre terá como inimigo o lutador de kung-fu Cheng (Zhenwei Wang), cuja relação com a menina não é explicada em momento algum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário