domingo, 15 de agosto de 2010

Criança Esperança erra com direção confusa e artistas sem sucesso

Por Miguel Arcanjo Prado
Apesar da multidão de artistas em cima do palco, que pareciam vindo de todos os circos falidos do Brasil, o show que marcou o aniversário de 25 anos do Criança Esperança não empolgou o telespectador na noite deste sábado (14). A razão foi uma só: o roteiro que fugiu do popular e a direção que deixou câmeras e elenco perdidos no palco afastaram o evento de seu principal objetivo: mexer com o público. Artistas consagrados como Ivete Sangalo, Claudia Leitte e Sandy não cantaram seus sucessos, mas canções insonsas impostas pela produção, razão que fez com que Zezé Di Camargo & Luciano abandonassem o projeto após 19 anos presentes. Outra ausência marcante foi a da apresentadora Xuxa, que também não concordou com o formato imposto pelos diretores Ulysses Cruz e Wolf Maya, no comando da atração desde o ano passado, quando Aloysio Legey, criador do formato, deixou a direção do especial. A entrada de Renato Aragão, o mestre de cerimônia da festa, não teve impacto algum. Ele surgiu no meio de centenas de artistas que lotavam o palco da Arena HSBC no Rio, de onde o show foi transmitido ao vivo. E, por muito pouco, câmera não perdeu a entrada dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário