quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Bancários entram em greve

Por G1
Foto: Anay Cury
Os bancários entraram em greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira (29), após assembleias que rejeitaram, na véspera, a proposta da Federação dos Bancos (Fenaban), que oferecia reajuste de 4,29%. Na região da avenida Paulista, em São Paulo, algumas agências amanheceram fechadas e com faixas nas portas. Outras, no entanto, permaneciam funcionando na manhã desta quarta, segundo constatou a reportagem do G1. Os bancários têm data-base em 1º de setembro, e a pauta de reivindicações foi entregue à Fenaban no começo de agosto. A categoria pede aumento de 11%, Participação nos Lucros e Resultados (PLR), vale-refeição, vale-alimentação, auxílio-creche, pisos maiores, auxílio-educação para todos, segurança contra assaltos e sequestros e melhores condições de saúde, entre outros pontos. De acordo com a Contraf-CUT, até as 21h35 desta terça-feira (28), a greve havia sido aprovada pelos bancários de 24 estados e do Distrito Federal. O balanço que mostrará o número de agências com as atividades paralisadas em todo o país deverá ser divulgado no fim desta quarta, segundo a Contraf.

Nenhum comentário:

Postar um comentário