quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Danilo Gentili causa saia justa ao chamar Palocci de 'cara dura'

Por Márcio Falcão
Coordenador da campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT), o ex-ministro e deputado Antonio Palocci (PT-SP) foi chamado nesta quinta-feira de "cara dura" pelo repórter do programa CQC, Danilo Gentili, durante entrevista coletiva que a candidata concedia em Brasília.A saia justa ocorreu quando Gentili questionou se Erenice Guerra, sucessora de Dilma na Casa Civil e seu ex-braço direito, teria um cargo em um eventual governo Dilma ou se ela aturaria nos bastidores. "Candidata, a Erenice vai ter um cargo no bastidor como o Zé Dirceu [ex-ministro e deputado cassado] ou na cara dura igual ao Palocci?", questionou. Dilma não respondeu. "Essa eu passo, agradeço a pergunta, mas passo." Palocci, que costuma evitar participar dessas coletivas, apenas sorriu. A petista voltou a dizer que não discute governo antes de ser eleita. "Eu gosto muito do Palocci. Agora, se eu discutir em algum momento ministério antes de ganhar a eleição, eu seria uma pessoa que estaria não só colocando os carros na frente dos bois, mas subindo em um baita salto alto. Só não subo no salto alto por convicção mas também porque com esse pezinho levaria a eu detonar outro pé. Não vou discutir governo", afirmou. Gentili ainda tentou ligar a queda de Dilma na pesquisa Datafolha divulgada ontem com o machucado na perna que a petista sofreu durante a prática de exercícios físicos na esteira e que a obrigou a usar uma bota ortopédica. "Eu fiz esse machucado, querido companheiro do 'CQC', caindo de uma esteira, tentando ser atleta. Quem não é atleta não pode querer ser, então eu tava muito atlética esse dia", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário