segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ivete Sangalo chora no palco do Madison Square em NY

Por Gabriel Ruas
O Madison Square Garden não via uma movimentação tão grande assim há muito tempo. Nem Madonna causou o furor no público que Ivete Sangalo causou nesse sábado (4), em Nova York.A cantora baiana sabe muito bem disso, por isso aproveitou pra fazer do rebuliço algo ainda maior. Com sua trupe de convidados vips que foram levados à Nova York pela Tam, patrocinadora do show, Ivete colocou um novo significado à frase que gosta muito de falar, de que “somos todos iguais”. A casa de shows, ao contrário do que os convidados vips acreditavam, não tinha uma área especial reservada pra eles, então todos estavam posicionados em diferentes pontos da arena causando furor no público, que além do show, teve a oportunidade de tirar algumas fotinhos com outros de seus ídolos, como Seu Jorge, Margareth Menezes, Carlinhos Brown, Preta Gil, Fernanda Paes Leme, Bruno de Luca, David Brasil, Ellen Jabour, Luciano Huck, Hebe Camargo, Ana Maria Braga, Raica Oliveira, Cássio Reis, entre outros. O cantor Netinho por onde passava ouvia as meninas entoando sua canção ícone “Mila” e sempre com muito bom humor seguia com uma risada. Quando Ivete pisou no paco o chão tremeu. Seus figurinos eram uma mistura de mulher sexy e ao mesmo tempo tinham um toque de carnaval arrojado, criados pela dupla Basso & Brooke, deixando a plateia de boca aberta. O palco, composto pela melhor tecnologia disponível, acendeu e a apagou, soltou faiscas, se elevou e desceu, revelou surpresas, como Ivete aparecendo tocando "Easy" de Lionel Ritchie no piano de dentro de uma gigantesca caixa de presente vermelha. O tal palco também soltou balões, tinha esteiras que se movimentavam e produziu até chuva de papel picado, além de fazer Ivete voar. E foi assim que a cantora de tchau ao público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário