terça-feira, 7 de setembro de 2010

Lauryn Hill volta a decepcionar em show no Rio

Por Carlos Albuquerque
Lauryn Hill precisa de pílulas e de amigos de verdade. Há três anos, quando se apresentou pela primeira vez no Rio - numa apresentação confusa e decepcionante, ela estava, supostamente, rouca. No show que marcou sua volta ao país, na noite de segunda-feira, no Citibank Hall, a cantora americana, que agora exige ser chamada de Ms.Lauryn Hill, mostrou que continua, estranhamente, "rouca". Precisa, portanto, de pílulas para a sua frágil garganta. Mas dificilmente isso vai esconder o fato de que Dona Lauryn precisa mesmo é cuidar do que resta da sua voz. E pelo que ela (não) cantou entre vaias do público que não chegou a lotar o local -, resta muito pouco. Dona Lauryn, vale lembrar, brilhou intensamente na segunda metade dos anos 90 com os Fugees, ao lado dos parceiros e rappers Wyclef Jean e Pras Michel. O disco "The score", de 1996, foi o auge dessa relação a três, trazendo à superfície hits como "Ready or not", "Fu-gee-la" e a regravação de "Killing me softly", palidamente revista por Dona Lauryn no show de segunda. O sucesso, porém, foi demais para ela e os Fugees, que se separaram no ano seguinte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário