sábado, 4 de setembro de 2010

Polêmico livro sobre Hiroshima já está nas lojas

Por Redação Terra
O livro O Último Trem de Hiroshima, de Charles Pellegrino, chegou às lojas brasileiras na última semana, após a polêmica que o tirou das prateleiras americanas. A publicação, da editora portuguesa LeYa, chega com mais de um mês de atraso. O livro tinha sido recolhido após a descoberta de uma fonte fraudulenta. Um dos sobreviventes da bomba atômica de Hiroshima mentiu sobre sua história, o que obrigou os editores a fazerem uma revisão da obra. Apesar do episódio, a editora responsável no Brasil citou o erro em seu prefácio, dizendo que a versão está atualizada. O Último Trem de Hiroshima abusa de documentos históricos e relatos de sobreviventes para desvendar um pouco mais da tragédia que assolou o Japão em 1945, quando a bomba atômica explodiu ainda no céu de Hiroshima e deixou mais de 140 mil mortos - incluindo aqueles que foram afetados pela radiação e morreram bem depois do episódio. O cineasta James Cameron (Avatar) já comprou os direitos de adaptar a publicação para os cinemas e elogiou muito a obra publicamente. O preço sugerido é de R$ 34,90.

Nenhum comentário:

Postar um comentário