sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Sem previsão de alta, Tuma e Quércia permanecem internados em hospital de SP

Por Folha Online
Os candidatos ao Senado Orestes Quércia (PMDB-SP) e Romeu Tuma (PTB-SP) permanecem internados nesta sexta-feira no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, ainda sem previsão de alta.No início do ano, Quércia passou por uma cirurgia de hérnia de disco. Com a campanha, começou a sentir uma série de problemas em decorrência da operação e resolveu se internar para um diagnóstico. Ele enviou uma carta aos partidos de sua coligação informando que evitará participar da campanha de rua nos próximos dias e irá se restringir à propaganda de rádio e televisão. "Necessito de mais tempo para exames aprofundados e tratamento médico, período em que naturalmente não poderei ir às ruas ou realizar viagens", diz Quércia na carta. Na mensagem, ele não diz qual é seu problema de saúde. Já Tuma foi internado para tratar uma "afonia". Segundo último boletim médico, o senador aproveitou a internação para "antecipar a realização de uma bateria de exames que já estava pré-agendada". Ele sofre de diabetes e estava tomando injeções de insulina para controlar a doença. O "Painel" da Folha, no entanto, informou que os dois estão com um estado de saúde delicado. Segundo pesquisa Datafolha, divulgada no dia 28 de agosto, Tuma está em quarto lugar na disputa pelo Senado, com 16% das intenções. No levantamento anterior, em julho, ele estava com 23%. Já Quércia está com 26% das intenções de votos. Em primeiro lugar, Marta Suplicy (PT) continua com 32% das intenções. O vereador Netinho de Paula (PC do B) subiu sete pontos desde o início do horário eleitoral e já está empatado tecnicamente em segundo lugar com Quércia com 24%.

2 comentários:

  1. Já saiu uma nota oficial esclarecendo sobre a saúde de Quércia
    http://blog.orestesquercia.com.br/esclarecimentos-sobre-a-minha-saude/

    ResponderExcluir
  2. Quercia retira sua candidatura ao senado.

    ResponderExcluir