segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Suzane acusa pai dos Cravinhos de tramar o crime

Por G1 e Fantástico
O promotor de Justiça Eliseu José Berardo Gonçalves, de Ribeirão Preto, a 313 km de São Paulo, disse neste domingo (26) que Suzane von Richthofen acusou o pai dos irmãos Cravinhos, Astrogildo Cravinhos, de ter tramado a morte dos pais dela em 2002. Em um primeiro momento, o promotor não quis revelar o nome do suposto envolvido no assassinato. Depois, fez a revelação em outra entrevista. O promotor ouvido pelo Fantástico é acusado por Suzane de tê-la assediado, mas nega as acusações. Assim como Suzane, os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos também foram condenados pelo crime. "Segundo ela (Suzane), o dia, o local, o horário e a maneira da execução foi planejada pelo senhor Astrogildo Cravinhos", afirmou o promotor, completando que o homem teria ainda confeccionado os instrumentos do crime. Os pais de Suzane foram mortos enquanto dormiam na mansão onde moravam com os dois filhos em São Paulo. A advogada Gislaine Jabur, que defende os dois irmãos, disse não haver documento que prove as acusações. "Essa afirmação é do promotor. Não existe documento que comprove o que a Suzane está falando", alegou Gislaine. O próprio Gonçalves admite que a jovem não quis assinar o depoimento em que acusa Astrogildo Cravinhos. Ela teria voltado atrás após conversar com seu advogado, Denivaldo Barni. Procurado, ele não quis comentar o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário