sábado, 16 de outubro de 2010

A cada seis segundos, uma criança morre de fome no mundo

Por Blog do Sakamoto
Segundo a organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), estima-se que 925 milhões de pessoas se deitem com fome todas as noites. O número é menor que o 1,023 bilhão do ano passado, mas ainda assim ultrajante. Tão ou mais é o fato de que uma criança, a cada seis segundos, morre de causas relacionadas à fome no mundo. Seis segundos. E dois terços dos subnutridos estão em sete países: Bangladesh, China, Índia, Indonésia e Paquistão (Ásia) e Congo e Etiópia (África). Hoje, é o Dia Mundial da Alimentação. E também aniversário da FAO – criada em 1945, ano em que termina a Segundo Grande Guerra – que completa 65 anos. A data serve para lembrar que a paz não é apenas uma questão de depor baionetas, mas também universalizar uma vida digna. O mundo não terá uma paz real se houver alguém, em algum lugar, que passar o dia sem comer, enquanto outros arrotam fartura. Existe maior violência do que passar sentir a dor de não ter nada para comer?

Um comentário:

  1. Aí está o motivo de uma verdadeira campanha internacional. Os meios de comunicação de massa podem e devem intervir positivamente neste cenário de fome e miséria. Não podemos ficar alheios a essa realidade nem aqui nem em qualquer lugar do globo.
    Bela matéria! Instigante, revoltante e capaz de mover-nos em nossa cômoda realidade.

    ResponderExcluir