segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Fazenda em que Monteiro Lobato viveu faz 140 anos

Por João Carlos de Faria
Ao completar 140 anos - conforme registro na porta de entrada -, a antiga Fazenda Buquira, hoje Sítio do Picapau Amarelo, localizada na Estrada do Livro, a oito quilômetros da cidade de Monteiro Lobato, no Vale do Paraíba, prepara uma surpresa para 40 crianças de escolas públicas locais. Serão elas que, na quarta-feira, apagarão as velas e cantarão Parabéns a Você para marcar simbolicamente o início da carreira de Monteiro Lobato como escritor de literatura infantil. Foi no casarão de 19 cômodos e 80 janelas, construído em 1870, que ele escreveu Urupês, o primeiro livro de uma série que o consagraria como escritor. Mas a data serve também para levantar a antiga polêmica sobre a localização do verdadeiro Sítio do Picapau Amarelo, onde Lobato nasceu e viveu. Seria em Taubaté, na Chácara do Visconde, onde são recebidos milhares de turistas? Ou seria na fazenda, onde "atrás do casarão corre um rio de águas claras, onde peixinhos nadam de olhos arregalados", como descreveu o autor? A verdade é que não há documentos que comprovem exatamente o local onde o escritor nasceu. "Procuramos comprovar a veracidade de fatos como nascimento ou entrada e saída dele da faculdade. Não tivemos acesso a isso. Nem nós nem ninguém", diz a professora aposentada Maria Lúcia Ribeiro Guimarães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário