sábado, 9 de outubro de 2010

Soninha discorda de Serra e diz ser a favor da descriminalização do aborto

Por Mônica Bérgamo
Coordenadora da campanha do presidenciável José Serra (PSDB) na internet, Soninha Francine disse discordar da posição do candidato sobre o aborto e destacou ser a favor da mudança da lei para descriminalizar o tema, informa a coluna Mônica Bergamo, publicada neste sábado pela Folha. Ela já declarou publicamente que fez aborto. "Toda vez que esse tema entra em pauta, gera reações. E que elas sejam extremadas não é novidade, e não é só no Brasil. Agora, na eleição ele teve mais repercussão do que efeito no resultado. Ele estava presente o tempo todo. Nas primeiras sabatinas e entrevistas, sempre surgem essas pautas de aborto, união civil de homossexuais. As organizações contra a legalização do aborto se manifestam sempre energicamente." Segundo ela, o Estado tem que ser laico, mas as pessoas podem ter suas convicções religiosas. "A discussão sobre células-tronco passou por isso. As instituições não têm o direito de impor suas crenças para o conjunto da sociedade. Eu sou budista e não mato nem pernilongo. Mas não vou combater a dengue por isso?" Questionada se os candidatos estão debatendo o aborto como questão de saúde pública, Soninha afirmou que eles se manifestam com cuidado. "O que me interessa no debate eleitoral em relação à Dilma [Rousseff] é ela ter dado declarações contraditórias."

Nenhum comentário:

Postar um comentário