quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Marcelo Tas completa hoje 51 anos

Marcelo Tristão Athayde de Souza, mais conhecido pelo pseudônimo de Marcelo Tas, nascido em 1959, Marcelo Tristão Athayde de Souza é uma das personagens mais polivalentes da mídia brasileira, tendo sido repórter, ator, apresentador, roteirista e diretor de diversos programas de televisão e rádio. Iniciou sua carreira na televisão em 1983 no programa 23ª hora, uma mixagem de reportagens e vídeos produzido pelo jornalista Goulart de Andrade na Tv Gazeta de São Paulo. Goulart convidou a produtora Olhar Eletrônico, da qual faziam parte Marcelo Tas, Fernando Meirelles, Tonico Ramos e Marcelo Machado, entre outros, para preencher parte do seu programa, após conhecê-los em um dos festivais Vídeo Brasil, do Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo. Em 1984, apresentou na mesma emissora o programa Crig-Rá endereçado aos jovens com reportagens e videos clips (inclusive com apresentações de vídeos da MTV estadunidense, então desconhecida no Brasil) com o seu personagem Bob Mc Jack. Ficou conhecido pelo seu personagem humorístico Ernesto Varela, um repórter fictício que ironizava personalidades políticas da época da abertura, dirigindo-lhes perguntas desconcertantes. Ficou célebre e entrou para a história com a sua pergunta direta a Paulo Maluf que, surpreso, virou as costas e deixou a sala em que estavam: "Muitas pessoas não gostam do senhor, dizem que o senhor é corrupto. É verdade isso, deputado?". Já na Rede Globo, cobrindo para o programa Fantástico os bastidores da Copa do Mundo de 1986, fez uma entrevista ácida com o então dirigente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e deputado federal Nabi Abi Chedid, que ganhou repercussão. Também foram marcantes suas participações nos programas Vídeo SHow na Rede Globo (entre abril e agosto de 1987, onde apresentou o programa ao lado de Miguel Falabella e ficou conhecido como "Cabeça Branca"), Vitrine na TV Cultura, e Saca-Rolha, ao lado de Lobão e Mariana Weickert na Rede 21 e posteriormente na PlayTV bem como sua atuação como diretor e roteirista de programas premiados internacionalmente, como o Rá-Tim-Bum (onde interpretava o estereotipado Professor Tibúrcio) e o Castelo Rá-Tim-Bum (Telekid, que respondia sempre o "porque sim não é resposta"). Escreveu ainda o roteiro para o Programa Legal e coordenou a criação de 1.140 edições do Telecurso 2000. Tas já foi colunista do jornal O Estado de S. Paulo (caderno "Link", 2004-2005). A partir de março de 2008, tornou-se apresentador do programa CQC na Band.

Nenhum comentário:

Postar um comentário