quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Obra "Coca-Cola", de Warhol, é vendida por mais de US$ 35 milhões

Por Reuters
Uma tela com a pintura de uma garrafa de Coca-Cola preta e branca, de Andy Warhol, foi vendida por US$ 35,36 milhões na terça-feira (9), em um leilão de obras de arte contemporânea e do pós-guerra. A vendagem de 54 trabalhos, dos quais 91 por cento tiveram compradores, totalizou US$ 222,4 milhões, incluindo comissões, superando as estimativas pré-venda, de US$ 214 milhões. Cinco artistas estabeleceram recordes de leilão, com colecionadores disputando trabalhos da arte do pós-guerra, um setor cada vez mais procurado do mundo da arte. "Nesse novo mercado, foi um grande sucesso", afirmou Tobias Meyer, chefe mundial de arte contemporânea da Sotheby's e que também trabalha como leiloeiro. Foi a quarta venda bem-sucedida em duas semanas para a Sotheby's, a Christie's e a Phillips de Pury & Co. Depois de uma grande queda nas vendas devido à crise financeira de 2008, o mercado conseguiu uma sólida recuperação neste ano, causada em parte pela grande entrada de novos colecionadores de todo o mundo, com novas fortunas obtidas por meio do petróleo, do gás e do ouro. Liderada pela tela de Warhol chamada "Coca-Cola (4) (Grande Coca-Cola)", que superou as previsões de ser vendida por até US$ 25 milhões, a vendagem foi mais uma evidência do crescente apetite pelos trabalho do pós-guerra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário